Brasil,  Pontos Turísticos,  Rio de Janeiro

As 9 Ilhas da Barra da Tijuca – Um excelente passeio

Spread the love

Um verdadeiro paraíso, repleto de sossego, em meio ao caos da cidade grande!

Em minha primeira visita a Ilha da Gigoia, através do barqueiro soube que ali existem 9 Ilhas na verdade, incluindo as 2 maiores e mais conhecidas: Ilha Primeira e Ilha da Gigoia. Então, resolvi voltar e conhecê-las.

Na ocasião, por R$25,00 reais eu fiz o tour das 9 Ilhas da Barra da Tijuca, onde conheci:

 

Ilha do Ipê

Ilha onde está localizado o Hostel Casa do Mundo, conhecido por muitos turistas e onde é possível realizar locação de Jet Ski.
É uma ilha de tamanho médio, pouco menor que a Ilha Primeira e a Ilha da Gigoia.


Ilha da Fantasia

Uma ilha relativamente pequena, com uma antiga história. Antigamente era bastante frequentada por abrigar um bordel.

 


Ilha Primeira

A maior ilha do complexo de 9 e que abriga ótimas opções de bares e restaurantes, para todos os gostos.


Ilha da Gigóia

Minha paixão a primeira vista! Com vários cantinhos aconchegantes e fofos para fotos, a Ilha da Gigoia também possui boas opções de bares e restaurantes. Na ilha eu conheci e super recomendo o Restaurante Venne, especializado em comida mediterrânea e com uma belíssima vista para a Pedra da Gávea e às margens da lagoa.

Um destaque especial no espaço do Restaurante Venne:

Além de poder degustar de um excelente cardápio de comida mediterrânea, você também pode relaxar nos cantinhos que o restaurante criou às margens da lagoa.


Ilha das Garças

Seu nome condiz mesmo com o que ela tem: Garças! Rsrs

E são muitas Garças mesmo, mas em uma ilha pequena.


Ilha dos Pescadores

Também bem conhecida, a Ilha dos Pescadores já recebeu vários turistas e também moradores da cidade do Rio de Janeiro, na boate que levou durante o nome da própria ilha.


Ilha do São Jorge , Ilha da Pesquisa e Ilha do Marina

Para estas 3 últimas em que passei, não havia muito o que conhecer. Apenas muitos jacarés para avistar, já que é super comum na região encontrá-los.

Mas destas, a que me chamou mais atenção foi a Ilha da Pesquisa, que só de iniciar o trajeto em sua direção, me pareceu que eu estava realizando um passeio na Amazônia.

Conhecer uma das Ilhas ou todas elas, é uma ótima pedida de passeio pelo Rio, seja para um final de semana ou para qualquer outro dia da semana, até mesmo se desejar almoçar em um ambiente cercado pela tranquilidade e natureza.


Informações gerais x Como chegar

Para informações atualizadas sobre valores deste tour, é possível obter diretamente no local, com um dos barqueiros.

Para chegar a este paraíso escondido do caos da cidade grande, existem 2 opções de acesso:

  1. Entre a Unimed e o Shopping Barra Point (Próximo ao metrô Jardim Oceânico), há uma rua que permite o acesso até a região dos barcos que seguem para as Ilhas. Optando por este caminho, para quem vai até a região de carro, há a possibilidade de estacioná-lo no próprio Shopping.
  2. Acessar a rua do centro comercial Condado de Cascais, localizada ao lado da saída “Acesso A – Lagoa” do metrô Jardim Oceânico e seguir até o final, onde é possível também encontrar barcos disponíveis para realizar a travessia. Nesta opção, para quem estiver de carro, também existem vagas de estacionamento ao redor do Condado de Cascais e próximo da Faculdade Ibmec, que fica bem ao lado.

Na ocasião, apenas a travessia custava R$ 5,00. Quanto ao trajeto, ele pode variar de acordo com o tipo de passeio e ilha escolhida para visitação. Mas há uma média de 10 minutos de duração.

Você ainda não conhece esse paraíso em meio a agitação da cidade grande?Então aproveita para curtir este passeio maravilhoso pela cidade do Rio de Janeiro, que pode ser feito em qualquer dia e época do ano! 

Eu gostei tanto da região, que já estive lá umas 3 vezes. E pretendo voltar em breve! Afinal, eu ainda não explorei com detalhes a Ilha Primeira como fiz com a Ilha da Gigoia por 2 vezes.

Quero conhecer também os bares e restaurantes de lá.

Vai lá e depois me conta como foi ok?! 🙂

Destinos em Foco adverte: Gerar oportunidades de viver bons momentos e conhecer lugares, melhora a sua expectativa de vida e fará sempre muito bem à saúde!!! 

Um refúgio em meio ao caos da cidade grande!

Nunca imaginei que pudesse existir um lugar assim, em plena a agitação da cidade grande.
Há muito tempo já tinha ouvido falar na Ilha da Gigoia, mas não sabia que iria me apaixonar por ela e também pelo seu redor.


Meu primeiro contato com a região das 9 Ilhas da Barra da Tijuca, foi para um almoço na própria Ilha Gigoia.

A sensação de estar em Ilha Grande, me veio logo a cabeça, pois era assim que a região fez eu me sentir, já que não é de se esperar que atrás de algumas avenidas, prédios e trânsito intenso, se tenha um local onde você ouça mais o som dos pássaros e da brisa da lagoa de Marapendi.

 

Translate »