América do Sul,  Brasil,  Paraná

Foz do Iguaçu – Roteiro de 4 dias

Spread the love

 

Um roteiro maravilhoso e repleto de ótimos passeios!

Uma das maravilhas da natureza no mundo! É assim que categorizo as Cataratas do Iguaçu, que também é Patrimônio Natural da humanidade e um dos sítios geológicos brasileiros mais visitados.

Há muito tempo já planejava visitar a cidade de Foz do Iguaçu, que além das Cataratas, têm inúmeras maravilhas a oferecer.

Aproveitando um feriado no mês de Setembro, conciliei a oportunidade de conhecer Foz e região, já que é um mês considerado bom para ver de pertinho as quedas d’águas.

Em 4 dias, consegui aproveitar o que de melhor a região têm a oferecer, e de quebra ainda consegui visitar alguns lugares pouco conhecidos para a maioria dos visitantes de Foz.

No meu roteiro, priorizei iniciar com atrações que não poderia deixar de fazer, e conclui com lugares que planejei visitar, apenas se desse tempo!

Com o feriado na quinta, aproveitei para viajar na quarta-feira para começar os passeios na quinta-feira logo pela manhã.

Chegando no aeroporto, peguei um táxi que levou em torno de 15 minutos até o Hostel onde reservei minha estadia (todos os táxis utilizam taxímetro).

Dica: Na cidade de Foz, não há serviço de Uber.


Dia 1

 
Cataratas do Iguaçu – Lado Brasileiro:

Em minhas viagens, prefiro montar um roteiro por conta própria e na maioria das vezes opto pelo transporte público. E Em Foz não foi diferente. Para chegar no Parque Nacional do Iguaçu (Cataratas Lado Brasileiro), segui no ônibus de número 120, que custou R$ 3,45 (para informações atualizadas de preço, consulte: www.pmfi.pr.gov.br/conteudo/%3Bjsessionid%3D3d55b1b8a6fa4e8b6f8081557897?idMenu=574) e teve uma duração de aproximadamente 40 minutos no trajeto, a partir do Hostel Route Falls onde estava hospedada.

O ônibus faz parada bem em frente a entrada do Parque e facilita demais o acesso.

Chegando lá, me direcionei a fila para comprar o ingresso de entrada do Parque, que custou R$ 40,00 e depois, para a fila que dá acesso ao ônibus que trafega no interior do parque, deixando os visitantes em diversos pontos, em que podem apreciar as belezas naturais e tirar várias fotos da lindíssima paisagem das quedas d’água.

A última parada do ônibus e também um dos pontos de embarque, é no Restaurante Porto Canoas, que é uma ótima opção para o almoço.

O restaurante funciona em sistema de Buffet, que na ocasião da minha visita custava R$59,90 por pessoa (para informações atualizadas sobre valores, consulte: https://cataratasdoiguacu.com.br/ )

Passeio Cataratas Touron

 
Parque das Aves:

A segunda parada do meu primeiro dia inteiro em Foz, foi no Parque das Aves.

Localizado em frente ao Parque Nacional das Cataratas (lado brasileiro), o Parque das Aves possui um posicionamento estratégico quando o assunto é otimização de roteiro. E eu amei isso! Adoro otimizar meus dias durante uma viagem, e eu super recomendo essa combinação.

Para deslocamento, nem precisei pegar outro transporte. Segui a pé mesmo.

A entrada do Parque das Aves também teve um custo de R$ 40,00 por pessoa (Para informações sobre valores atualizados, consulte o site: www.parquedasaves.com.br/pt.html)

 
Marco das Três Fronteiras:

Para fechar bem o meu primeiro dia na cidade, logo após sair do Parque das Aves, segui para o Hostel onde estava hospedada, me arrumei e parti para um dos pontos turísticos mais visitados de Foz do Iguaçu.

Além de ser uma parada quase que obrigatório por Foz, se você quiser realmente conhecer a cidade, o Marco das Três Fronteiras carrega parte da história do Brasil e também do Paraguai e Argentina, que formam a tríplice fronteira no local.

O obelisco que foi erguido para celebrar a paz entre os povos, foi inaugurado em 20 de Julho de 1903, está localizado no bairro de Porto Meira e é o ponto que marca o limite territorial entre Brasil, Argentina e Paraguai.

No local, também é possível conhecer a Vila cenográfica das Missões Jesuítas, assistir alguns shows culturais e de luzes com água que deixam o local com um ar ainda mais especial, além do espaço que conta com parquinho para as crianças e o Restaurante Cabeza de Vaca, que leva o nome do desbravador espanhol que foi o primeiro a conhecer o local, através dos índios guaranis.

Preservando a história, no local também é possível conhecer o Memorial Cabeza de Vaca, que conta um pouco da relação mundial de Foz do Iguaçu com o mundo, através de passagens feitas pelo Cabeza de Vaca.

Para chegar até o Marco, eu optei por Táxi (em Foz não há serviço de Uber), que custou R$ 28,10. O trajeto entre o Hostel até lá durou aproximadamente 10 minutos.

O Ingresso custou R$ 20,00 reais (Para informações atualizadas sobre valores, consulte o site: http://marcodastresfronteiras.com.br/ingressos-e-horarios)


Dia 2

 
Paraguai:

Dia das comprinhas!

O nosso vizinho Paraguai, é uma ótima opção próxima a Foz, para quem deseja adquirir eletrônicos, maquiagem, perfumes. Mas é bom ter muita atenção, pois o que o local têm de opção pode não ser exatamente bom.

É imprescindível que antes da viagem, sejam realizadas pesquisas de quais lojas são recomendadas para comprar pela região.

Por isso, recomendo uma pesquisa prévia no site www.comprasnoparaguai.com, que vai auxiliar na escolha das lojas e ajudar a já mapear os locais exatos, otimizando assim o tempo por Cidade Del Leste, a cidade que faz fronteira com Foz do Iguaçu, Brasil.

Para chegar até lá, eu fui de ônibus mesmo a partir de Foz. O ônibus “Ciudad Del Leste” passa bem próximo do Hostel em que estava hospedada, e custou R$ 5,25 na ocasião.

O trajeto até o Paraguai durou aproximadamente 30 minutos com um pouco de engarrafamento ocasionado por um acidente.

Para quem não desejar perder tempo com o trajeto de ida e volta até o Paraguai, eu recomendo muito realizar a travessia da fronteira de ônibus, já que com o transporte público não há necessidade de parar e esperar alguns, ou até horas, na fila da fiscalização aduaneira na Ponte da Amizade.

 
Itaipu Binacional:

Logo depois de enfrentar o tumulto de compras nas ruas e inúmeras lojas da Cidade Del Leste, no Paraguai, fui realizar o Tour Panorâmico pela Usina de Itaipu Binacional.

Lá, além de conhecer toda história de construção, idealização e estrutura das Barragens, conheci também o 1° carro elétrico desenvolvido dentro de Itaipu, e que utiliza apenas energia solar para ser abastecido.

A Usina de Itaipu é denominada também como “Binacional”, por estar em 2 países e ter toda sua geração de energia e royalties dividida entre Brasil e Paraguai.

Dentre os principais passeios no roteiro turístico de Foz do Iguaçu, está a visita guiada à Usina Hidrelétrica de Itaipu.

A Itaipu Binacional disponibiliza diversas opções de tours, cada um proporcionando uma experiência diferente aos viajantes.

Quando visitei a cidade de Foz, realizei a “Visita Panorâmica” onde à bordo de um ônibus de 2 andares conheci toda história da Usina e fiz parada em alguns pontos principais do local, além de passar bem próximo das barragens. Neste passeio, o custo na ocasião foi é de R$ 36,00 por pessoa e a duração é de aproximadamente 2h (Para informações de valores atualizados, consulte o site: https://www.turismoitaipu.com.br/).

Além da “Visita Panorâmica”, a Usina de Itaipu disponibiliza também os passeios Circuito Especial”, “Porto Kattamaram”, “Refúgio Biológico”, “EcoMuseu” , “Polo Astronômico” e “Iluminação da Barragem”.

Um dos mais procurados, é o tour “Iluminação da Barragem”, e que infelizmente não consegui fazer por falta de disponibilidade de ingressos.

Então pra quem pensa em visitar Foz e também a Usina Hidrelétrica de Itaipu a dica é: Compre seu ingresso com antecedência pelo site!

A procura é grande e você pode não conseguir realizar o passeio para o dia e horário que deseja.

Para mais informações sobre os tipos de visitas, basta acessar o site https://www.turismoitaipu.com.br/pt

⇒ Tour Panorâmico Itaipu Binacional

 
Shopping Cataratas JL

A última do dia, foi no Shopping Cataratas apenas para curtir a noite e comer algo antes de seguir para o Hostel e descansar.

Lá, escolhemos o restaurante Madero como opção.


Dia 3

 
Parque Nacional Iguazu – Cataratas Argentina:

O terceiro dia da viagem eu reservei para o nosso vizinho, a Argentina.

Lá, eu quis definir sobre a minha perspectiva, qual era o melhor Lado das Cataratas.

Muitos diziam preferir o lado argentino e eu quis vivenciar ambos.

No lado argentino, realizei o passeio “Macuco Safári” (Safari + Barco), que me permitiu ver e sentir bem de pertinho as quedas d’água. E para completar o passeio, alguns arco-íris pelo caminho. Simplesmente maravilhoso!

Compondo também a experiência da Cataratas Del Iguazu, parte do trajeto que leva até a garganta do diabo é realizada de trem.

Para quem tiver um pouco mais tempo ao visitar Foz, eu recomendo demais conhecer os dois lados das Cataratas! Ambos possuem experiências distintas a oferecer e ângulos diferentes de um dos maiores cartões postais da América do Sul.

No lado argentino, o volume de água é superior ao lado brasileiro, já que concentra dois terços das Cataratas.

Visitar o lado argentino requer tempo. Por isso, recomendo que 1 dia inteiro do roteiro seja exclusivo para este passeio.

Para otimizar meu translado até lá, eu e minha família (estávamos em 4) fechamos com um transfer privado, que também realizou a compra dos nossos ingressos.

Passeio Cataratas Argentina

 
Restaurante Empório com Arte:

Nossa escolha para uma noite tranquila, após um maravilhoso e cansativo dia.

O Restaurante Empório com Arte é famoso por sua decoração, que abriga inúmeros objetos de arte e muitas peças feitas por artesãos da própria cidade de Foz.


Dia 4

 
Templo Budista:

Um dos lugares que estava mais ansiosa em conhecer durante minha viagem: Templo Budista Chen Tien, Foz do Iguaçu.

O vento que sopra logo na entrada principal, já te dá uma gigantesca paz e vontade de ficar ali por horas.
Um lugarzinho muito tranquilo, gostoso e perfeito para uma meditação.
Sentar ou deitar na grama, também é uma ótima pedida no roteiro.

Este templo, foi construído em 1996 por comunidades chinesas da tríplice fronteira (Brasil, Paraguai e Argentina) e conta com mais de 120 estátuas, que representam a reencarnação de Buda na terra.

A estátua mais conhecida, é do Buda sentado Mi La Pu-San, que possui 7 metros de altura.

A visitação ao Templo pode ser realizada de Terça a Domingo, e a entrada é gratuita.


Para chegar ao local, recomendo a contratação de transporte particular ou corrida com taxista, já que ele fica longe do centro de Foz e possui proximidade a Cidade Del Leste (Ciudad Del Leste), no Paraguai.

⇒ City Tour Ciudad Del Leste

 

Ice Bar Puerto Iguazu:

A segunda parada do último dia, para sentir a sensação de tomar alguns drinks a -10°C, durante 30 minutos.

Há aproximadamente 30 minutos de Foz, durante a experiência os visitantes passam por 2 salas de espera onde as temperaturas são controladas para que o corpo se acostume aos poucos.

Para quem curte passeios diferentes, a experiência vale a pena, além de ser um dos passeios mais procurados em um roteiro pela cidade!

Atualmente, há também a possibilidade de visitar o Ice Bar da cidade de Foz do Iguaçu, localizado no Shopping Catuaí Palladium.

Minha última parada nesse roteiro que amei demais e que muito me surpreendeu para um feriado de 4 dias, foi no Duty Free de Puerto Iguazu, localizado bem próximo da fronteira com o Brasil.

Meu objetivo não era comprar loucamente, até porque sou uma viajante que curte muito mais a experiência de compras na própria cidade do que em free shop’s. Mas queria conhecer e saber se valia mesmo a pena a parada ali e se haviam preços justos.

Não consegui fotografar no local, mas posso dizer que poucos itens possuem preços interessantes. Neste roteiro, achei muito mais válida a compra no Paraguai, se atentado sempre ao fato de escolher as lojas mais seguras, do que no Duty Free. Para as meninas que curtem maquiagem, alguns produtos importados até valem a pena a aquisição no Duty Free, então recomendo a apreciação nos itens e valores, que podem ser interessantes. Já com relação aos perfumes por exemplo, eu achei mais vantajoso adquirir a grande maioria no Brasil mesmo.

Para mais informações acesse: http://www.dutyfreeshoppuertoiguazu.com/acerca/faqs?lang=br

  • Pensando em planejar uma viagem para Foz do Iguaçu e precisa contratar seus passeios? Não deixe de consultar as ótimas opções do meu parceiro Touron
  • Precisando alugar um carro para sua viagem? Confira as ótimas tarifas da RentCars
Veja as dicas desta viagem também em meu Instagram!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »