Destaques,  Pelo mundo,  Roteiros,  Viagens

Chiang Rai, Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Spread the love

Chiang Rai, Tailândia, é a cidade onde fica localizado o famoso White Temple ou Wat Rong Khun, templo projetado por um artista Tailandês com esculturas das tradições Budistas, Hinduistas, misturadas à cultura POP Ocidental, algumas esculturas de criaturas mitológicas e ilustrações de acontecimentos pelo mundo, como o atentado terrorista às Torres Gêmeas em Nova York.

Um dos motivos de ter incluído a aconchegante e linda cidade vizinha Chiang Mai no meu roteiro pelo norte do país foi pela facilidade de poder conhecer outras cidades próximas a ela. Existem também países com fronteiras próximas, como o Laos e Myanmar, e que infelizmente, não foi possível incluí-los no roteiro.

Como não poderíamos ir ao Laos, tentamos compensar conhecendo algum lugar próximo de Chiang Mai. Tínhamos diversas opções como Mae Sai, Chiang Pai, Chaing Rai e alguns outros mais. Optamos então por Chiang Rai.

Ao longo do planejamento da viagem, descobrimos que o Blue Temple (Wat Rong Suea Ten Temple) e a Black House Museum (Baan Si Dum – Museu Baandum Black House) também ficavam em Chiang Rai, Tailândia. Então não nos restou dúvidas em incluir Chiang Rai como parte do roteiro de Chiang Mai. 🙂

Em princípio, sabíamos que Chiang Rai ficava um pouco distante de Chiang Mai, mas não sabíamos ao certo o tempo. Sabíamos também que tínhamos a opção de chegar a Chiang Rai de avião se quiséssemos para otimizar o tempo. Mas preferimos a opção mais barata, que foi de ônibus.

Chiang Rai, Tailândia

Combinamos com uns amigos que conhecemos durante a trip e que estavam em Chiang Mai no mesmo período que nós (uns amores de pessoas! Que saudade deles!!), de sair cedo em direção à rodoviária de Chiang Mai, para que lá pudéssemos comprar a passagem de ônibus para Chiang Rai. Para chegar na rodoviária, pegamos um tuk tuk mesmo, já que o Uber não atualizava os motoristas disponíveis na região e não queríamos perder tanto tempo mais. Ao chegar na rodoviária, nossos amigos já estavam lá e compraram a passagem pra gente.

Para Chiang Rai, compramos a passagem do Green Bus, já da ida e também da volta. No horário que compramos, só tinha vaga para o ônibus de 9h30, sendo que até Chiang Rai são 3h de duração, e quando compramos as passagens eram 7h30 da manhã. Portanto, é super importante chegar cedo na rodoviária!!!

Tuk Tuk de ida para rodoviária de Chiang Rai – 200 baths (R$ 20,00 reais)
Passagem ida e volta Green Bus – 400 baths (R$ 40,00 reais) por pessoa, sendo o ônibus com ar condicionado, poltrona reclinável e no trajeto da volta incluindo água mineral e biscoitos

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

As 9h30 em ponto seguimos para Chiang Rai, Tailândia! Durante o trajeto, o ônibus faz algumas paradas para banheiro, alimentação, mas nada tão demorado que atrapalhe o tempo de viagem até lá.

Chegando em Chiang Rai, passamos em frente ao White Temple pela estrada. Vimos que um home desceu e ficamos em dúvida se poderíamos desembarcar ali também. Para nossa surpresa, quando perguntamos ao motorista, de fato o White Temple era ali mesmo, mas só poderíamos descer a partir dali no próprio terminal rodoviário 2 mesmo.

Ao chegarmos lá, negociamos com um taxista dos inúmeros que ficam por lá, o transporte para o Templo Azul, Branco, Dourado (pequeno templo ao lado do templo branco) e Casa Negra. Além destes locais, ele também nos falou do “Big Buda”, que na verdade era a estátua de Kuan Yin (significado do nome – Aquela que ouve os lamentos do mundo), Deusa da Compaixão e da Misericórdia, segundo a mitologia chinesa. Em outros países, ela é também conhecida como Quan’Am (no Vietnã), Kannon (no Japão), e Kanin (em Bali).

Para conhecer estes 4 locais, nos aguardar em cada um deles e depois nos levar de volta até a rodoviária de Chiang Rai para voltar para Chiang Mai (nosso ônibus de volta estava marcado para às 17h30, que é o último horário do Green Bus), o taxista nos cobrou o seguinte valor:

Tour de táxi por 3 templos e 1 museu em Chaing Rai – 2.500 baths para o grupo em que estávamos (R$ 250,00 reais valor total para todos). Total de pessoas para o tour – 5 pessoas.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

1ª parada – Blue Temple ou Rong Sea Tean Temple

O Blue Temple é mais próximo do terminal rodoviário 2, estando aproximadamente a 4km dali. É ainda mais próximo que o White Temple e por isso, iniciamos o nosso tour por ele. Chegando lá, me encantei pela beleza do templo antes mesmo de conhecer o seu interior. É um templo diferente de todos os outros que via por fotos e que também já havia conhecido pessoalmente em Bangkok. No lugar do brilho reluzente do ouro e tons de dourado, há a leveza do azul e a calmaria que não se vê pelos templos mais conhecidos e badalados de Bangkok e também do White Temple em Chaing Rai, que já é bem conhecido e fica cheio também.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Algumas pessoas na parte externa do templo. Mas na parte interna estava bem vazio.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Parte lateral do Blue Temple. Eu fiquei apaixonada pelas cores e arquitetura deste templo. Ele é simplesmente espetacular e imperdível!!!

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Pinturas do interior do templo em Chiang Rai Tailândia.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Detalhe da porta principal do Blue Temple.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

O Blue Temple é lindo por dentro, por fora e também nos fundos! Essa é a parte de trás do templo, que fica em frente ao um outro mini templo (foto abaixo). Na lateral esquerda do Blue Temple, também é possível encontrar uma feirinha que vende roupas, artesanato e comidas típicas.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Em todos os templos é obrigatória a retirada dos calçados. Por isso, prefira calçados fáceis de retirar, práticos e também confortáveis.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Interior do Blue Temple, praticamente vazio e super tranquilo para meditar e pedir vibrações positivas.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Na saída do templo, fomos surpreendidos por uma escola de crianças Tailandesas chegando para um dia de aula com visita no Blue Temple. Fiquei observado todos fofos em forma e alguns correndo para se juntar rápido ao grupo e tratei logo de registrar! Rsrsrs

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Já de volta ao táxi, senti uma pessoa tocando no meu ombro. Era essa menininha linda tailandesa sorrindo pra mim! E é claro que sorri de volta e resolvi guardar aquele sorriso lindo pra mim!

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

O Blue Temple me encantou também por ser mais tranquilo para visitação, já que é um local pouco conhecido pelos turistas e frequentado mais pela população local e/ou asiáticos praticantes do budismo.

Um outro positivo também, é que diferente dos templos tradicionais de Bangkok, você não paga para entrar no Blue Temple. A visitação é gratuita e bem tranquila! 🙂

O Blue Temple começou a ser construído em outubro de 2015 e teve a construção completamente concluída em Janeiro de 2016.

A cor azul estabelecida para ele e que o difere dos templos tradicionais de Bangkok, por exemplo, representa o Dharma, que na doutrina budista significa “Verdade contida nos ensinamentos do Buddha Gautama”. Já na Yoga, o termo “Dhrama” também está presente e significa “aquilo que sustenta, que mantém”.

2ª parada – Kuan Yin Temple

Após ficarmos maravilhados com a beleza e calmaria do Blue Temple, partimos para o Templo de Kuan Yin, que possui uma gigante estátua sua e ainda está em fase de construção, assim como o seu templo (imagina só quando ficar completamente pronto..rsrs).

Lá, não chegamos a adentrar as construções. Mas havia um templo ao lado que estava um pouco mais movimentado de monges, pois estava ocorrendo alguma cerimônia budista.

Como já estava próximo do horário do almoço, o motorista do nosso táxi tour nos convidou para uma “boquinha” numa área externa, mas pertencente aos templos, onde servia almoço tailandês (macarrão com alguns legumes e um caldinho. Mas não era Pad Thai…rsrs).

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Logo após a “boquinha”, fomos conhecer o local e é claro, tirar fotos..rsrsrs

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos
Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos






Depois de 1h30 aos arredores do templo de Kuan Yin, prosseguimos nosso tour rumo a Black House Museum.

3ª parada – Black House Museum ou Baan Si Dum – Museum Baandum Black House

O macabro museu Baan Si Dum – Black House (vocês entenderão porque estou me referindo a ele assim..rs), criado pelo artista e professor Thawan Duchanee, que dedicou suas energias por mais de 50 anos para construí-lo, expõe uma grande variedade de artes populares, que fazem referência ao passado e presente, e também ao céu e ao inferno (viu como é macabro?!..rsrs).

Em toda área da Black House há uma arquitetura rica em design criativo, com um total de mais de 40 peças expostas e que foram criadas pelo professor Thawan Duchanee. Dentro de cada, também são exibidas outras obras de arte que retratam a identidade do artista como chifres de búfalo, ossos de animais, pele de tigre e cobra, escultura em madeira bonita, todas criadas por ele. Em 2001 o professor foi homenageado e proclamado como o melhor artista nacional em arte visual (pintura).

Visitação – É cobrado o valor de 100 baths por pessoa (R$ 10,00 reais) para entrar na Black House Museum

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos









Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Livreto com a história do professor e artista Thawan Duchanee, nos idiomas tailandês e inglês.

Pintura que retrata a infraestrutura interna do museu, fazendo uma composição também da divisão entre o céu e o inferno.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Folder informativo com o horário de funcionamento do museu.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Nossos amigos viajantes que conhecemos em Bangkok, dentro da van do tour para Ayutthaya, e que estiveram no mesmo período que nós por Chiang Mai e que são uns amores de pessoas!

Fachada da Black House Museum, em Chiang Rai, Tailândia.

4ª e última parada – White Temple ou Wat Rong Khun

Nossa última parada foi no templo que foi um dos responsáveis pela inclusão de Chiang Mai e Chiang Rai, Tailândia no nosso roteiro de viagem pelo Sudeste Asiático. Estávamos super ansiosos para conhecer o White Temple por sua história.

Este templo foi projetado por um artista Tailandês e conta com esculturas das tradições Budistas e Hinduistas, misturados à cultura POP Ocidental, e também com esculturas de criaturas mitológicas, do Michael Jackson, Batman, Darth Vader, Kung Fu Panda e alguns Angry Birds em meio a ilustrações dos atentados terroristas às Torres Gêmeas de Nova York, amarradas a uma bomba de combustível.

Neste templo, é proibido tirar foto do seu interior. Mas o cenário externo, já é um baita atrativo nas fotos! Com a luz do sol então, ele fica lindo e brilhante!

O White Temple começou a ser construído em 1998 e só será completamente concluído em 2070. Após sua conclusão, o projeto prevê que o complexo terá 9 edifícios, museus, sala de meditação e um local para os monges.

Achei muito bonito White Temple. Mas confesso que a minha paixão mesmo foi de cara com o Blue Temple.
















Ao passar pela rampa em direção ao templo com diversas mãos humanas e com diferentes formas. Segundo o artista que projetou o White Temple, essa rampa simboliza a passagem do inferno para o paraíso (outro lugar meio macabrinho também né?!..rs).



Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Algumas das cabeças de monstros e personagens e que estão espalhadas pelo interior do templo.



No interior do White Temple, as paredes são decoradas com personagens de filmes e algumas celebridades. Entre elas estão Michael Jackson, Kung Fu Panda, entre outros. Também há as ilustrações relativas ao atentado terrorista de 11 de setembro, sendo esta uma pintura com as torres gêmeas junto a retratos do antigo presidente dos EUA George W. Bush e do radical muçulmano Osama Bin Laden juntos em um tanque de guerra.

Não consegui registrar nenhuma das pinturas por foto, pois é proibido fotografar.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Ficamos por volta de 1h30 dentro do White Temple e pagamos o valor de 50 baths por pessoa (R$ 5,00 reais) para visitação. Até Outubro de 2016 não era cobrado nenhum valor para entrada.

Chiang Rai Tailândia: roteiro de 1 dia pelos templos

Essa construção que parece um templo secundário dentro do complexo do White Temple, nada mais é do que um local onde ficam os banheiros!! Então é bom deixar a galera avisada, para não pensarem que é um templo…rsrsrsr

O nosso tour terminou assim! Foi super corrido, com um final mais corrido ainda, porque precisávamos estar no terminal rodoviário 1 (sim, fizemos o embarque para retornar a Chiang Mai em um terminal diferente do que o que desembarcamos quando chegamos, porque o terminal rodoviário 1 é mais próximo do White Temple do que o terminal 2 e também porque você tem essa flexibilidade com o ônibus, já que ele também passa lá antes de seguir diretamente para Chiang Mai) às 17h30 para pegar o ônibus de volta para Chiang Mai e já eram 17h quando deixamos o White Temple.

Para nossa sorte, a estrada estava super tranquila e o motorista também voou um pouco. Lembrando que para fazer esse roteiro bate-volta de Chiang Mai a Chiang Rai, Tailândia, é essencial que você saia cedo, agilize o roteiro e não se perca muito durante as visitas. Os templos não são próximos um dos outros e alguns bem pertinho da fronteira com o Myanmar, como é o caso da Black House Museum, o que torna o tour um pouco demorado.

Além disso, é preciso também se preparar para o retorno que será cansativo e com mais 3h até Chiang Mai. Como citei no início do post, no ônibus da volta você ganha biscoito e água. Mas depois de um dia corrido e cansativo, não é apenas isso que vai te manter de pé né?! Então aproveite e faça um lanche na rodoviária antes de partir ok?!

Acompanhando o pôr do sol de dentro do ônibus e quase dormindo, porque ele é bem confortável e tem descanso até para os pés…rsrsrs

Chegamos na rodoviária de Chiang Mai por volta de 20h40 e pegamos um táxi para voltar ao nosso hostel (estávamos próximo do quadrado. Eu e marido do lado de fora dele e nossos amigos do lado de dentro).

Táxi da volta para Chiang Mai – 200 baths para 5 pessoas (R$ 20,00 reais)

Então as minhas dicas sobre o roteiro de 1 dia para Chiang Rai, Tailândia são estas.

Se você gostou, curtiu e achou interessante o meu relato, comente aqui no post pra mim, me escreve, me mande uma mensagem nas redes sociais e me diz o que está achando tá bem?!

Se quiser alguma dica extra e que eu ainda não tenha comentado por aqui, é só falar!

Compartilho muitas dicas também em posts curtos no Instagram e Facebook, e pode ser que alguma coisa que você procure esteja por lá também?!

Um super beijo e até o próximo post. 😉 🙂

Translate »