Ásia,  Destinos,  Roteiros,  Similan Island,  Tailândia

Similan Island – Um paraíso magnífico na Tailândia

Spread the love

Começo esse post dizendo que Similan não é só imperdível, mas como também inesquecível!

Ainda vejo em minha mente o momento em que pirei quando coloquei a cabeça para fora do speed boat e avisei aquele mar azul, com águas super cristalinas e uma paz magnífica.

Similan é daqueles lugares que fazem você ficar fascinado antes, durante e depois. É algo surreal de lindo!!

Antes mesmo de viajar, quando descobri esse lindo arquipélago de 9 ilhas no extremo sul da Tailândia, decidi que iria fazer até o impossível para conhecê-lo. Diante das avaliações tão negativas da famosa Ilha de Phuket, também na Tailândia, vi que só conseguiria ir para Similan a partir de lá ou Khao Lak, e resolvi incluir o destino.

No roteiro, Phuket e Similan eram um dos últimos destinos e mesmo sabendo que se chegasse logo dia deles, chegaria quase ao final da trip, ficará com a ansiedade a nível máximo para então conhecê-los por simples motivos: Similan era linda! Phuket era desafiador. E eu gosto assim! Gosto de redescobrir os lugares, ter visões diferentes, descobrir outros ângulos, me surpreender com o que não é óbvio, normal.

Como cheguei:

Para chegar a Similan Island, precisava me hospedar em Phuket. Em princípio, pensei em fazer o tour de sleeping 1 day, que me permitiria dormir na Ilha de nº 8 por uma noite, dentro de uma barraca de camping (já me imaginava lá!). Foi aí então que coloquei 4 dias de Phuket no planejamento da trip.

Em Phuket, me hospedei no magnífico Secret Cliff Resort – http://www.phuketsecretcliff.com/ (depois vai ter post somente dele, porque merece!), na praia de Karon.

Incrível vista durante o café da manhã no Secret Cliff Resort, em Karon Beach

Na primeira manhã em Phuket, eu e meu marido fomos até a praia de Karon para passar o dia e alugar uma moto. Como gostaríamos de fazer um tour pelas praias de Phuket, precisaríamos de uma para nos locomover por lá. Afinal, Phuket é a maior Ilha da Tailândia e é gigante!

Mas atenção: Caso pense em alugar uma moto por lá, precisará deixar seu passaporte como garantia.

Na própria orla de Karon Beach, encontramos uma loja que alugava motos e também vendia passeios para diversos locais. Logo de cara, o dono da loja nos ofereceu o tour de 1 dia para Similan. Mas expliquei que estávamos vendo por outra agência (era a JC Tours, que acompanhava já desde o Brasil). Mas ele insistiu que fizemos com eles, oferecendo um excelente desconto. Até que na volta do tour de praias do Norte de Phuket que fizemos com a moto, decidimos retornar na loja e fechar com o desconto que ele no ofereceu.

A van da uma das agências que realiza o tour, passaria em nosso hotel às 6h da manhã.

Após pegarmos a van, seguimos para o ponto de encontro da agência e que é o local de onde saem os speeds boats para Similan Island. Até lá foi aproximadamente 1h de carro!

Ao chegarmos, tomamos café da manhã, recebemos algumas instruções e seguimos para o speed boat.

O caminho até Similan de speed boat também é longe: São aproximadamente mais 1h até chegar ao paraíso.

O que o passeio inclui:

Van de ida e voltaSpeed boat de ida evoltaCafé da manhãÁgua, refrigerante e frutas (melancia e abacaxi) no speed boatAlmoço (realizado na Ilha nº8)Snorkel4 paradas, sendo estas: Koh Ba Ngu – Ilha 9, Similan – Ilha 8, Payu – Ilha 7 e Miang Besar – Ilha 4

Chegando a Similan, a primeira parada, na Ilha nº 9 ou simplesmente Koh Ba Ngu, que é uma parada apenas para snorkeling. Existe faixa de areia, mas é proibido o acesso. Por lá, ficamos 40 minutos.

Já no speed boat para prosseguirmos a segunda parada, em uns 15 minutos aproximadamente, chegamos à Ilha nº 8 – Koh Similan. Nesta ilha, o tempo de parada era de 1h30 e foi aonde paramos para o almoço. A ilha é mais ampla que a anterior e possui um view point, além de uma pequena infraestrutura para aqueles que optam pelo tour de dormir na ilha, que conta com barracas de camping, chuveiros, banheiro e 1 restaurante. Tudo por lá é bem simples e bem controlados, pois tudo pertence a um parque marinho e a “polícia” faz rondas.

Subindo o viewpoint da Ilha nº 8

Praia Ilha nº 8

Vista extraordinária do viewpoint na ilha nº 8

Admirando o paraíso

Tentamos otimizar o tempo na fotinha com a placa de Similan, já que os inúmeros chineses que ali estavam não deixavam ninguém chegar próximo da placa…rsrsrs

Após o período estipulado pelo nosso guia, seguimos para a Ilha nº 7 – Payu, que foi nossa terceira parada. Nesta ilha, também paramos apenas para snorkeling e ficamos por aproximadamente 45 minutos. Nela, existe uma pequena faixa de areia, que também não é permitido o acesso.

Finalizados os 45 minutos, hora de seguir para a quarta e última parada. Levamos aproximadamente uns 30 minutos para chegar na Ilha nº 4 – Miang. Chegando lá, eu fiquei por uns 5 minutos paralisada, dentro do próprio speed boat, agradecendo muito em pensamento à Deus por estar ali, por ele ter me concedido a oportunidade de conhecer aquele incrível lugar e estar fazendo aquela viagem, que na minha lista foi a melhor de toda a minha vida, até hoje! Pelas minhas contas, já são 5 países com muitas histórias para contar. Mas na Tailândia e no Camboja, foi um dos locais em que eu mais me emocionei.

Na ilha nº 4 me emocionei pelos tons de azul, pela calmaria e pela enorme paz que senti! Mesmo que ali tivessem inúmeros Chineses, que lotam a Ásia no mês de Fevereiro devido ao Ano Novo Chinês, e tornam as visitações aos locais um pouco mais estressantes devido a falta de edução cultural que possuem, tudo isso ficou insignificante perto da beleza e da paz daquele local.

Em Miang ou Ilha nº 4, também existe um viewpoint e amplo espaço que abrigam as barracas de camping das pessoas que optam pelo tour de pernoite. Não sei exatamente qual o critério para escolha das empresas que fecham este tour, em qual ilha as pessoas irão dormir, já que tanto na nº 4 quanto na nº 8, são locais preparados para acomodações.

Neste último ponto de parada, não quis conhecer o viewpoint, uma vez que já havia conhecido o da ilha nº8. Preferi apenas caminhar um pouco para conhecer o local, as instalações de camping e aproveitar muitooo aquele lindo azul de mar, que tínhamos 1h45 para aproveitar!!!!!

Entre alguns mergulhos, escutei os gritos do nosso guia nos avisando que o tempo havia acabado e que precisávamos retornar ao speed. Nossa, fiquei na “bad” total! Naquele momento lamentei por não ter tido mais tempo para ter feito o tour de pernoite. No dia seguinte precisava seguir para o Camboja e fiquei com gostinho de “quero mais” de Similan.

Conhecer Similan foi maravilhoso! É um local lindo, deslumbrante e também carregado de memórias. Infelizmente, não são memórias boas, pois tratam-se do Tsunami ocorrido no Oceano Índico em 2004, considerado um dos mais mortais desastres naturais da história.

O Parque Nacional de Similan é um arquipélago composto de 9 ilhas do Mar de Andaman, localizado na província de Phangnga. Destas, apenas 4 ilhas estão abertas para visitação. Outras 3 (ilhas nº 1 – Koh Hu Yong, 2 – Payahng e 3 – Payan) foram completamente devastadas com o Tsunami de 2004 e estão fechadas. O mergulho é totalmente proibido em volta delas, pois necessitam ficar intocadas e em observação por 20 anos, para que estudiosos possam monitorar os efeitos e a recuperação das ilhas. Já as ilhas de nº 5 e nº 6 são ilhotinhas e visitadas apenas para mergulhos.

A palavra “Similan” vem do idioma malaio e significa “nove”. Apesar de estar quase próximo da fronteira com a Malásia, o arquipélago pertence a Tailândia.

De volta ao speed boat para retornar ao ponto de encontro da empresa Checkin Andaman, comemos abacaxi e melancia que também estão inclusos no valor do tour.

Como citei no início do texto, conseguimos um ótimo preço no tour para Similan na loja em que alugamos a moto para andar em Phuket. Pelo site da empresa Checking Andaman (http://www.checkinandaman.com/lang/en) o valor tour de 1 dia é de 3.500 baths por pessoa (valor equivalente a R$350 reais). Mas nós conseguimos comprar o mesmo tour pelo valor de 2.400 baths por pessoa (valor equivalente a R$240 reais).

Se você um dia pensar em incluir a Ásia como destino de viagem, faça um favor a você mesmo e inclua o arquipélago de Similan Island em seu roteiro. Apesar de ser um pouco distante, é um local magnífico para se conhecer e que sem dúvidas ficará completamente marcado em sua memória!

Translate »